segunda-feira, 3 de novembro de 2014

O Pendurado



O Pendurado dá aquela sensação : Por que o destino me escolheu? Se no arcano anterior a nossa linda donzela segurava a boca de um leão, aqui no estágio do Pendurado fazemos contato com a vegetação, os insetos, a terra. Se não resignificarmos nossa conduta e objetivo, nos tornamos parados como uma planta. É interessante notar que abaixo dos dois troncos cortados há potencial de vida. Gramas insistem em nascer, o que indica que no futuro, destes troncos podados nascerão folhas.
O Pendurado aparece naquele momento de vida onde você sofre a traição de um amigo, perde os seus bens materiais,  aquela religião que você seguia o decepciona. Ou você fica doente. O Destino pode trazer este tipo de crucificação há qualquer momento da vida e de varios modos. O Pendurado nega o livre-arbítrio e a imersão no limbo não pode ser evitada. Até pode, se você  é um tarólogo esperto e fez para você um joguinho simples e perguntou: Devo seguir por este caminho? E  resposta do oráculo foi O Pendurado, essa resposta é um tremendo Não! E como você sabe que o tarô não mente, confia na sua jogada, você acaba não caindo na cilada.
Apesar da carta indicar um tempo difícil, esta carta do tarô permite que você abra novos caminhos na sua vida. O Arcano seguinte é a Morte, ou seja, as mudanças são inevitáveis e aquilo que era importante no passado já não pode ser mais aproveitado.
Se você não aceita que os fins aconteçam, você fica preso no passado.  Fica preso no casamento que não deu certo. Não esquece aquela pessoa do passado que te traiu. Cuidado! Você pode virar o homem planta. O homem nabo. Ou pior, fica estagnado no modelo vítima, amarrado  e lamentando com todos a sua sina. Um chato na verdade.
O que foi, foi e por pior que possa parecer, o destino pode ter tirado você de uma grande fria quando você aceita que tem que mudar, fazer as transformações necessárias, largar o osso e partir para uma nova jornada.

Bibliografia Pesquisada: Jung e o Tarô - Sallie Nichols
Imagem: Tarot de Marselha