sábado, 19 de maio de 2012

O Mundo

Rder - Waite Tarot
Símbolos: mulher ou hermafrodita dançando, uma coroa de flores moldado como um Yoni (círculo em forma de amêndoa), duas mãos, um querubim, uma
águia, um leão, um touro.

História: o Louco se vira para dar o passo final no seu caminho e nota que está de volta ao começo, na beira do penhasco onde ele quase caiu quando era jovem e tolo demais para perceber o que estava fazendo. Mas agora ele vê sua posição de maneira muito diferente.
Ele pensou que podia separar corpo e mente, aprender tudo sobre um e abandona-lo para aprender sobre o outro. Mas, no final, tudo se refere a ele mesmo, corpo e mente, passado e futuro, o indivíduo, e o mundo. Tudo uma coisa só. Em cima ou embaixo, os opostos são iguais, incluindo o Louco e o Místico, que são ambos portas para os segredos do universo. Com um sorriso inteligente, o Louco dá o ultimo passo em direção ao penhasco... e levanta voo. Cada vez mais alto, até que o mundo inteiro seja dele, para que ele o veja. E ali ele dança, cercado por um círculo de estrelas, ele e o universo como um só. Terminando, de certa maneira, onde começou; começando novamente do fim. O mundo gira, e a jornada do Louco termina.

Significado: a carta do Mundo mostra uma dançarina dentro de um Yoni (ás vezes feita com folhas de louro). O Yoni simboliza a grande Mãe, o útero onde tudo nasce, e também a porta para a próxima vida após a morte. Indica um ciclo completo. A Dançarina tem uma perna cruzada na outra, assim como o Enforcado. Ela é, de certa forma, o seu oposto; é o Enforcado virado para cima. Assim como o Enforcado vê tudo o que está por dentro, a Dançarina vê tudo o que está por fora. Isso nos traz Leão, Touro, Querubim e Águia representando os signos de Leão, Touro, Aquário e Escorpião, os signos fixos do zodíaco, e também simbolicamente os quatro elementos, os quatro pontos cardeais e os quatro cantos do universo. Tudo isso dentro da visão e poder da Dançarina.
Dessa forma, a carta do Mundo representa, com muita aptidão, uma conclusão com sucesso, com todos os aspectos considerados. De forma simples, essa carta indica ao consulente que o fim de um projeto longo está chegando, e trará uma glória merecida, celebração e sucesso. Tendo Saturno como planeta regente, essa carta indica que o consulente, agora um expert em sua área, pode virar um professor ou conferencista muito procurado. E, num nível mais mundano, a carta indica uma viagem, e não uma viagem curta ou de negócios, e sim uma viagem longa e fantástica. Talvez um ciclo de palestras, o lançamento de um livro, ou simplesmente uma viagem ao redor do
mundo. É uma carta fantástica sobre totalidade, perfeição, satisfação e felicidade.

Observações: existem três possibilidades que eu vejo quando essa carta aparece, ás vezes combinadas, ás vezes não:

(1) Tudo finalmente se encaixa, com sucesso. O consulente conseguirá aquele Ph.D. pelo qual está trabalhando há anos, conseguirá se formar após anos de estudo, casará após um longo noivado, finalizará um projeto imenso. Esta carta não indica a concretização de pequenos objetivos, e sim de objetivos grandes, importantes, que merecerão aclamação e reconhecimento. O trabalho duro, conhecimento, sabedoria e paciência do consulente serão recompensados, pois foram muito bem utilizados.
(2) Talvez por causa de seu sucesso, o consulente se tornará um professor, se assim desejar. Será referenciado por seu conhecimento.
(3) E talvez, por causa de tudo isso, receberá uma proposta de trabalho ou de uma viagem para um lugar fantástico. Será solicitado para uma palestra no interior da Índia, para passar um mês no Pólo Norte, ser professor em um cruzeiro ao redor do mundo.Não será uma viagenzinha chata, de jeito nenhum. Por sorte, a carta indica que o consulente se sentirá muito confortável e querido aonde quer que vá. O Mundo indica que é uma pessoa que não possui nada, pois tudo é dele. Não tem casa pois qualquer lugar é sua casa. É tudo uma coisa só, tudo está completo.

O Julgamento

Rider Waite - Tarot

Símbolos Anjo, trombetas, túmulos com pessoas levantando, freqüentemente água ou um oceano.

História: ao deixar o jardim do Sol, o Louco sente que sua jornada está chegando ao fim, que está pronto para dar o último passo. Mas algo o impede de fazer isso. Ele olha para cima, esperando achar uma direção indicada pelo Sol; ao invés disso ele vê um Anjo fogoso, belo e terrível.
“Você está certo,” confirma a figura angelical, “você só tem mais um passo a dar nessa jornada, o passo final. Mas você não pode dar esse passo enquanto não colocar seu passado para descansar.” O Louco perturba-se, “Coloca-lo para descansar? Pensei que tivesse deixado ele para trás, todo ele.” diz ele. “Não há como fazer isso” observa o Anjo. “Cada passo modela o sapato um pouco, preparando-o para o próximo passo, e assim sucessivamente. Seu passado está constantemente sob seus pés. Você não pode se esconder, nem correr, muito menos se livrar dele. Mas você pode traze-lo para cima, e encara-lo de frente. Você quer fazer isso?”
O Anjo entrega ao louco uma pequena trombeta. O Louco hesita, mas ele sabe que essa é uma decisão final. Ele pode ir à frente ou parar por aqui. Ele sopra, e o som da trombeta ecoa pelo céu, suas vibrações parecem abrir fendas na Terra. De baixo dos pés do Louco, memórias aparecem. Imagens de sua juventude inocente, desafios, amores, falhas, perdas, sucesso, desilusões e conhecimento.
Pela primeira vez, ele não tenta deixá-los, ignorá-los, ou esquece-los, ele
simplesmente os aceita. Eles não devem ser temidos. Aconteceram, mas agora já se foram. Ele, sozinho, os traz ao presente. Ao entender isso, as memórias desaparecem. Mesmo permanecendo em sua mente, elas não têm mais poder sobre ele. Ele está livre, renascido, e totalmente no presente.
Significado: tendo o Fogo como elemento regente (ou então Plutão), o Julgamento trata de renascimento, ressurreição. A ideia por trás do dia do Julgamento é que os mortos se levantam, seus pecados são perdoados e eles seguem para o céu. A carta do Julgamento é similar, pede a ressurreição para chamar o passado, perdoa-lo e deixa-lo para trás. Há feridas no passado que nunca curamos, pecados que cometemos que não queremos perdoar, maus hábitos que não temos coragem de largar. O Julgamento nos diz para encarar tudo isso, reconhecer que o passado já passou e colocá-lo para descansar, absolutamente e irrevogavelmente. É também uma carta de cura, seja de um acidente ou de uma doença, e também indica transformação, renovação e mudança.

Observações: o Julgamento é uma carta difícil de se interpretar; geralmente indica uma grande mudança, que envolve o abandono de algo velho e a conquista de algo novo. Algo como abandonar seu trabalho e investir em uma nova carreira. Mas também fala de uma decisão crucial, como perdoar algum familiar, abandonar uma esposa exigente, construir uma nova vida. Curar e renovar. É uma carta difícil pois trata de decisões finais e que farão diferença na vida do consulente. E isso significa encarar algo que o consulente não quer encarar. Você não pode mais se esconder, diz a carta, os mortos se levantaram e estão soltos por aí. Encare o que você tem que encarar, faça sua escolha. Mude.

Tradução anônima do site : http://www.aeclectic.net/tarot/learn/













O Sol

Rider - Waite Tarot
Símbolos: o Sol, uma ou duas crianças nuas (um garotinho nu, algumas vezes montando um pônei, ou então um menino e uma menina), girassóis,freqüentemente um muro, algumas vezes uma bandeira.

História: o Louco desperta ao amanhecer para descobrir que o rio, finalmente, chegou ao fim, e ele agora flutua em uma lagoa de águas calmas. Há um jardim cercado em volta dessa lagoa, repleto de rosas, margaridas e girassóis magníficos. Pisando em terra firme, ele vê o Sol nascendo acima de sua cabeça, brilhante e dourado. O dia está claro. Uma risada infantil chama sua atenção, e ele vê um garotinho montado em um pônei branco dentro do jardim.
“Venha!” diz o garotinho, saltando do cavalo e correndo até ele. “Venha ver!” A criança pega o Louco pela mão e, entusiasmado, aponta para todas as coisas à sua volta; os insetos na grama, as sementes e pétalas dos girassóis, a luz brilhando na lagoa. Ele faz perguntas ao Louco, perguntas simples mas profundas, como “Por que o céu é azul?” Ele canta e brinca com o Louco. Por um momento o Louco pára, piscando para o Sol, tão grande e dourado sobre sua cabeça, e ele se pega sorrindo, o sorriso mais largo e brilhante que ele deu em muito tempo. Desde que começou sua jornada espiritual ele foi testado e tentado, confundido e assustado, apavorado e impressionado. Mas essa é a primeira vez que ele está pura e simplesmente feliz. Ele sente sua mente iluminada, sua alma brilha como um raio de sol. Assim como o grande Sol, a criança e suas perguntas simples,seus jogos e canções, ajudaram o Louco a ver o mundo e a si mesmo novamente, desta vez com admiração. “Quem é você?” pergunta o Louco à criança. A criança sorri e parece brilhar, e então se torna cada vez mais brilhante até se tornar pura luz. “Eu sou Você,” diz a voz da criança, espalhada pelo jardim, “o novo você.” Na medida em que essas palavras o enchem de calor e energia, o Louco percebe que o jardim, o Sol e a criança existem dentro dele. Ele acabara de encontrar sua luz interior.

Significado: o Sol é regido pelo... Sol, logicamente. É a luz que aparece após a noite longa e escura. Uma carta positiva, que promete ao consulente seu dia ao Sol. Glória, triunfo, conquista, prazer, verdade, sucesso. Assim como a Lua simboliza a inspiração que vem do inconsciente, dos sonhos, essa carta simboliza as descobertas feitas em plena consciência e totalmente acordado. É ciência e matemática, música belamente construída, filosofia cuidadosamente pensada. É a carta do intelecto, da clareza da mente, e dos sentimentos de energia juvenil. E sim, as crianças que aparecem nessa carta podem indicar gravidez, dependendo das outras cartas no contexto. O consulente pode ser informado que uma criança muito bem-vinda está a caminho, provavelmente um menino ou então gêmeos.

Observações: eu já previ uma gravidez por causa dessa carta, mas somente uma vez. Na maioria das vezes, esta carta para mim indica as qualidades de Apolo: jovem, saudável, novo, robusto. O cérebro está funcionando, coisas que estavam confusas são esclarecidas, tudo se encaixa, e tudo parece seguir seu caminho. É um daqueles dias em que tudo dá certo. Aquele dinheiro que você espera aparecerá, e em maior quantidade; aquele projeto em que você está trabalhando terá sucesso e você receberá todo o crédito por ele. O sinal fica verde, os mentirosos confessam e pedem desculpas, o jardim floresce, o céu fica azul, o clima fica quente e agradável. Assim como na canção, “Lá vem o Sol, tchup tchuru...”, absolutamente tudo ficará bem.

Tradução anônima do site : http://www.aeclectic.net/tarot/learn/


A Lua

Rider - Waite Tarot





Símbolos: uma lua cheia (com uma lua crescente dentro), pilares gêmeos, dois cachorros/lobos uivando, um rio correndo para o mar, um crustáceo saindo da
água.

História: seguindo a Estrela, o Louco viaja pela noite. A Lua cheia cresce, iluminando um caminho pela água.Ele começa a se sentir desorientado, como se estivesse dormindo enquanto caminha. Ele passa sob a lua, por entre dois pilares antigos e estranhos. Subitamente, ele olha em volta e se vê em uma terra completamente diferente. Quando se encontrou com a Papisa, ele viu pistas a respeito dessa terra negra através do fino véu que estava estendido atrás de seu trono. E mais tarde, quando se pendurou na árvore, ele sentiu como se estivesse entre o mundo físico e esse mundo estranho. Agora, ele finalmente passou pelo véu. Aqui estão os mistérios que ele perseguiu, ao
menos os mistérios negros, aqueles que têm a ver com os poderes mais primários e antigos, os poderes da natureza, e não da civilização. É uma terra bem conhecida por poetas, artistas, músicos e loucos, um lugar assustador e atraente, com regras muito diferentes. Lobos, uivando em admiração à Lua, correm de forma selvagem por esta terra, caçados por damas com arco e flecha; criaturas de pesadelos infantis espreitam da escuridão, com os olhos ardendo em chamas.
O caminho por onde o Louco caminhava tornou-se um rio, e ele fica em pé, com a água até a cintura, nas águas salgadas e enluaradas. Em uma das margens há um pequeno barco, mas sem remos. O Louco percebe que tem apenas duas opções. Ele pode se perder nessa terra de loucura e ilusão, uivar com os lobos e ser caçado, ou ele pode entrar no barco e aventurar-se pelo rio. A Lua estará no controle de qualquer maneira, mas, estando no barco, sua rendição aos poderes do inconsciente e da natureza pode levá-lo a algum lugar. Como os artistas, poetas e magos sabem, a recompensa por essa rendição é inspiração, visões, genialidade, a magia da Lua. O Louco entra no barco, e parte. Á medida em que as águas o levam, a Lua ilumina o caminho e ele sente a Senhora dessa terra negra o observando, com os olhosaprovadores da Papisa.

Significado: tendo Peixes como signo regente, a Lua trata de visões e ilusões,
loucura, genialidade e poesia. É uma carta que tem a ver com o sono, tanto com os sonhos quanto com os pesadelos. É uma carta assustadora e indica que pode haver inimigos escondidos, truques e mentiras. Mas também pode ser lembrada como uma carta de grande criatividade, de magia poderosa, sentimentos primários e intuição. O consulente que tirar essa carta deve ser alertado para um período de desafios mentais e emocionais; se tiver alguma doença mental no passado, deve se cuidar e tomar sua medicação. Deve evitar drogas e álcool, pois o abuso dessas substâncias pode causar danos irreparáveis. No entanto, esse período pode resultar em grande criatividade, poderes psíquicos, visões e premonições. O consulente pode e deve confiar em sua intuição.

Observações: esta é a carta sobre aquele mundo assustador, nebuloso e secreto, onde repousa a magia mais obscura e poderosa. Magia primitiva. É a carta que aparece para pessoas como Jack Pollock, que oscilam entre a loucura e a genialidade. Eles têm mudanças de humor exageradas, depressões profundas e manias fascinantes. Não possuem inibições, nem tente encaixá-los num comportamento padrão. Seu comportamento maluco pode ser inspirador ou terrivelmente embaraçoso, inacreditável, até mesmo perigoso. Mas a arte, a música, a poesia que produzem... é mágica. Quando vejo essa carta, aviso o consulente que ele está em uma montanha-russa emocional. Ele terá duas opções, pode vagar por esta paisagem demente, uivando para a lua (ficar bêbado, entrar em depressão, incomodar os amigos e a família com um comportamento anti-social), ou entrar no barco e seguir com um propósito (pinte um quadro!).


Tradução anônima do site: http://www.aeclectic.net/tarot/
Imagem: http://www.albideuter.de/html/waite_18.html

A Estrela

Rider - Waite Tarot
Símbolos: sete ou oito estrelas, uma mulher ajoelhada, uma poça d’água, dois vasos.

História: na gélida paisagem onde a Torre estava, o Louco se senta, vazio, desesperado. Ele esperava encontrar-se nessa jornada espiritual, mas agora ele sente que perdeu tudo, inclusive a si mesmo. Sentado nas pedras frias, ele contempla o céu noturno e imagina o que sobrou de tudo. É quando ele percebe, perto dele, uma bela jovem com dois vasos de água.
Enquanto ele observa, ela ajoelha-se em uma poça d’água iluminada pelo reflexo de uma estrela. Ela esvazia os vasos, um na poça e outro na terra
sedenta.
“O que você está fazendo?” ele pergunta a ela. Ela o contempla, com os dois olhos brilhando como estrelas.

“Eu estou reabastecendo essa poça, para que aqueles que têm sede possam beber dela, e também estou regando a terra para que, quando chegar a primavera, as sementes possam brotar”. Então ela acrescenta, “Venha. Beba.” O Louco ajoelha-se junto a ela e bebe. A água tem um sabor incrível, como se fosse a luz das estrelas em forma de líquido. “Vejo que você está triste,” diz ela, “e eu sei o porquê. Você deve se lembrar que não perdeu tudo. Conhecimento, possibilidades, esperança, você ainda tem tudo isso. Como estrelas, essas coisas podem te guiar para um novo futuro.” Após dizer isso, ela começa a desaparecer, como o orvalho, sumindo. Só o que sobrou foi um brilho que estava em sua testa, que sobe até postar-se no céu noturno como uma estrela brilhante. “Siga sua estrela,” ele ouve a voz da jovem como se viesse daquele brilho, “e tenha esperança.” O Louco respira fundo e se levanta. É uma noite escura, uma terra abandonada. Mas, pela primeira vez, ele tem uma luz para guiá-lo e mostrar-lhe o caminho. Mesmo distante, ela ampara seu coração e devolve sua fé.

Significado: tendo Aquário como signo regente, a Estrela é uma carta que aponta para o futuro. Não prevê nenhuma mudança rápida ou significativa, mas prevê esperança e cura. Essa carta sugere claridade de visão, percepção espiritual. E, o mais importante, que uma ajuda inesperada está por vir, com água para saciar a sede do consulente, e uma luz para guia-lo no futuro.

Observações: a Estrela é daquelas cartas que todos adoram. Em todos os baralhos é sempre a mais bonita, e isso indica a paz e a harmonia de seu significado. Não há nada negativo referente a essa carta, mas há uma armadilha. Mesmo que o futuro ofereça esperança e cura, o tarólogo deve lembrar que pode não ser algo imediato. É uma carta sutil, e assim como Aquário indica o amanhã, não o hoje. Isso não quer dizer que não haverá benefícios concretos; é uma carta que indica ajuda inesperada, mas essa ajuda será o primeiro passo. A Estrela apenas revela o futuro. Fica a cargo do consulente encontrar seu caminho para o futuro.

Tradução anônima do site :http://www.aeclectic.net/tarot/