sábado, 19 de maio de 2012

O Julgamento

Rider Waite - Tarot

Símbolos Anjo, trombetas, túmulos com pessoas levantando, freqüentemente água ou um oceano.

História: ao deixar o jardim do Sol, o Louco sente que sua jornada está chegando ao fim, que está pronto para dar o último passo. Mas algo o impede de fazer isso. Ele olha para cima, esperando achar uma direção indicada pelo Sol; ao invés disso ele vê um Anjo fogoso, belo e terrível.
“Você está certo,” confirma a figura angelical, “você só tem mais um passo a dar nessa jornada, o passo final. Mas você não pode dar esse passo enquanto não colocar seu passado para descansar.” O Louco perturba-se, “Coloca-lo para descansar? Pensei que tivesse deixado ele para trás, todo ele.” diz ele. “Não há como fazer isso” observa o Anjo. “Cada passo modela o sapato um pouco, preparando-o para o próximo passo, e assim sucessivamente. Seu passado está constantemente sob seus pés. Você não pode se esconder, nem correr, muito menos se livrar dele. Mas você pode traze-lo para cima, e encara-lo de frente. Você quer fazer isso?”
O Anjo entrega ao louco uma pequena trombeta. O Louco hesita, mas ele sabe que essa é uma decisão final. Ele pode ir à frente ou parar por aqui. Ele sopra, e o som da trombeta ecoa pelo céu, suas vibrações parecem abrir fendas na Terra. De baixo dos pés do Louco, memórias aparecem. Imagens de sua juventude inocente, desafios, amores, falhas, perdas, sucesso, desilusões e conhecimento.
Pela primeira vez, ele não tenta deixá-los, ignorá-los, ou esquece-los, ele
simplesmente os aceita. Eles não devem ser temidos. Aconteceram, mas agora já se foram. Ele, sozinho, os traz ao presente. Ao entender isso, as memórias desaparecem. Mesmo permanecendo em sua mente, elas não têm mais poder sobre ele. Ele está livre, renascido, e totalmente no presente.
Significado: tendo o Fogo como elemento regente (ou então Plutão), o Julgamento trata de renascimento, ressurreição. A ideia por trás do dia do Julgamento é que os mortos se levantam, seus pecados são perdoados e eles seguem para o céu. A carta do Julgamento é similar, pede a ressurreição para chamar o passado, perdoa-lo e deixa-lo para trás. Há feridas no passado que nunca curamos, pecados que cometemos que não queremos perdoar, maus hábitos que não temos coragem de largar. O Julgamento nos diz para encarar tudo isso, reconhecer que o passado já passou e colocá-lo para descansar, absolutamente e irrevogavelmente. É também uma carta de cura, seja de um acidente ou de uma doença, e também indica transformação, renovação e mudança.

Observações: o Julgamento é uma carta difícil de se interpretar; geralmente indica uma grande mudança, que envolve o abandono de algo velho e a conquista de algo novo. Algo como abandonar seu trabalho e investir em uma nova carreira. Mas também fala de uma decisão crucial, como perdoar algum familiar, abandonar uma esposa exigente, construir uma nova vida. Curar e renovar. É uma carta difícil pois trata de decisões finais e que farão diferença na vida do consulente. E isso significa encarar algo que o consulente não quer encarar. Você não pode mais se esconder, diz a carta, os mortos se levantaram e estão soltos por aí. Encare o que você tem que encarar, faça sua escolha. Mude.

Tradução anônima do site : http://www.aeclectic.net/tarot/learn/













Nenhum comentário: