quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012


Tarô Rider - Waite


Símbolos: a Morte esquelética vestindo uma túnica negra ou armadura, às vezes com uma foice ou uma bandeira com uma rosa branca em um campo negro
desolado. Freqüentemente há um sol nascente. Aparecem também outras figuras no campo, geralmente crianças.

História: após deixar a árvore onde ficou pendurado, o Louco move-se cuidadosamente por um campo, tentando ainda esclarecer as visões anteriores. O vento torna-se frio e invernal, a medida que as árvores aparecem. À sua frente ele vê, elevando-se com o sol, um esqueleto de armadura negra montado em um cavalo branco. Ele o reconhece como sendo a Morte. Quando ela pára em sua frente, o Louco humildemente pergunta: “Terei eu morrido?” Ele se sente particularmente vazio e abandonado. E o Esqueleto responde, “De certa forma sim. Você sacrificou seu velho mundo, seu velho eu. Ambos se foram,
morreram.” O Louco reflete sobre isso, “Que tristeza.” A Morte consente com um
gesto. “Sim, mas é a única maneira de renascer. Um novo sol está nascendo, e, para você, é hora de uma grande transformação.” A medida em que a Morte se distancia, o Louco sente a verdade daquelas palavras. Ele também se sente como um esqueleto, despido de tudo. É assim que todas as grandes transformações começam, despindo-se até os ossos e reconstruindo-se sob a base vazia.


Significado: sim, a carta da Morte pode indicar uma morte física (quando relacionada a alguém muito velho ou doente), mas, ao contrário de sua conotação dramática, geralmente indica transformação, passagem, mudança. Escorpião, o signo desta carta, possui três formas: escorpião, serpente e águia. A Morte indica e transição entre o baixo, o alto e o mais alto. Esta é a carta da humildade, e pode indicar que o consulente está por baixo no momento, mas somente para conseguir chegar mais alto do que nunca. Wang observa que a Morte “abate” a todos, mas também “exulta”. Lembre-se que nesta carta da escuridão há um sol nascendo.

Observações: a conexão entre sexo e morte do signo de Escorpião indica o
significado desta carta. Nós ocidentais vemos a Morte como uma carta assustadora pois lidamos com a morte como se fosse um fim, e nós odiamos que as coisas cheguem ao fim. Em outras tradições, a morte é apenas uma parte natural e importante de um ciclo. Em um sentido kármico, você morre para poder renascer. O inverno vem para que possamos ter a primavera, nós só damos valor às coisas que sabemos que vamos perder. A carta da Morte indica essas coisas. É hora de uma mudança. É hora de algo acabar, mas também é hora de algo novo começar. Pode-se falar ao consulente que ele está triste e por baixo, mas é por isso que ele irá erguer-se novamente, como Fênix voltou das cinzas. A Morte não é o fim, é a precursora da ressurreição.

Tradução anônima do site : http://www.aeclectic.net/tarot/learn/








Nenhum comentário: