quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Oito de Espadas

A mulher no Oito de Espadas está perdida e sozinha. Não consegue enxergar porque está vendada; não mexe os braços porque está atada; não pode se mover livremente porque está presa por Espadas. Parece que vagueia longe de casa – seu lugar de segurança, distante, na colina ao fundo. Como ela voltará? Nem mesmo sabe para onde ir! O Oito de Espadas significa tais momentos em que nos sentimos perdidos, confusos e incapazes. Ajuda e alívio parecem estar muito distantes.
 Algumas vezes nos sentimos restringidos pelas circunstâncias. Um dia, acordamos numa situação impossível. Um trabalho que não tem solução. Um relacionamento problemático. Montanhas de débitos. Como isto aconteceu? Não fazemos idéia. Mesmo pequenos problemas podem nos fazer sentir em uma armadilha. Eles apenas parecem não ter uma saída. Às vezes a vida parece bem – na superfície. "Tenho tudo o que quero. Eu deveria ser feliz, então, qual é o problema?" Apenas não sabemos. Estamos confusos e inseguros.
Nas leituras, é freqüentemente um sinal de que se direciona para uma situação (ou já está nela) na qual se sente sem liberdade e escolha. Tais situações são enganadoras porque quanto mais se envolve, mais se sente restringido. A cada passo, suas opções parecem reduzir, até que se sinta completamente preso.
Quando aparecer esta carta, lembre-se que tem que fazer escolhas, e tem o poder para tanto. Não importa quão preso se sinta, pode encontrar uma saída se acreditar que isto é possível. A jovem na figura poderia se libertar. Ela poderia soltar as amarras, tirar a venda  e derrubar as Espadas. Soluções nem sempre são fáceis, mas existem. Encontre clareza de pensamento e propósito (o ideal do naipe de Espadas) e os utilize para dar o primeiro passo de volta para casa. 
Tradução: http://www.learntarot.com/
Ilustração: http://taroteca.multiply.com/photos/album/197/New_Vision#photo=87.jpg

Nenhum comentário: