quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Cinco de Espadas

O Cinco de Espadas fala sobre o interesse próprio. A sociedade nos diz para pensarmos nos outros, ainda que resistamos. Como ignorar nossos próprios conceitos e ainda sobreviver? O dilema vem da nossa definição de nós mesmos. Se nos vemos como nosso corpo/personalidade, os interesses são aqueles relacionados ao ego. Tenho o suficiente para me suprir? Estou feliz? Tenho tudo o que quero?
Podemos expandir o conceito para aqueles que amamos, mas de que forma, quando termina a fronteira? Estamos conectados a todos na longa jornada. Na verdade, nosso eu é o mundo. O que fazemos para o mundo, fazemos para nós mesmos. Esse entendimento é fundamental, mas de modo estupidamente fácil esquecemo-nos no dia-a-dia.
Nas leituras, o Cinco de Espadas pode significar que você ou alguém  está esquecendo a ampla visão de si mesmo. Você está definindo seus interesses muito estreitamente.Se tentar se isolar dos outros em suas vontades, suas ações retornarão para te perseguir mais tarde, de uma forma ou de outra.
Algumas vezes esta carta implica a necessidade de colocar nossos interesses em primeiro lugar. Se está se sentindo abusado ou alguém está tirando vantagem de você, deve se libertar. Se está esgotado pelas exigências dos outros, cuide de si mesmo. Se for sua vez, adiante-se e exija o que lhe é devido. A Justiça saberá ser imparcial se você magoar outras pessoas nesse processo - sua vitória não será completa.
Também representa hostilidade – idéias opostas que levam à guerra. Quando o cordão que nos une se rompe, ocorre a discórdia. Esta carta significa desonra. Trapaças, mentiras, fraudes, enganos, todos os crimes. Você pode ser vítima ou carrasco. Em ambos os casos, encontre a melhor solução para todos, inclusive você mesmo.
Tradução :http://www.learntarot.com/
Ilustração: 
http://taroteca.multiply.com/photos/album/197/New_Vision#photo=81.jpg



Nenhum comentário: