segunda-feira, 8 de outubro de 2007

O Louco



O PRINCÍPIO
ESPONTANEIDADE

APARENTE TOLICE
  • AÇÕES
    princípio
    entrar em nova fase e iniciar um novo caminho
    expandir horizontes ,começar algo novo, entrar em uma aventura,sair para uma jornada,rumar ao desconhecido.
    espontaneidade
    viver o momento, não possuir expectativas, fazer o inesperado, agir por impulso, não possuir limites ,surpreender alguém, sentimento de despreocupação
    possuir fé
    ter confiança no fluxo da vida ,permanecer aberto, não se importar com aborrecimentos e medos
    sentir-se protegido e amado ,viver para a diversão,readquirir a inocência,ser crédulo
    cultivar a tolice
    aceitar suas escolhas
    tomar o caminho “do tolo”perseguir “castelos no ar”
    ser sua própria verdade,pegar chances “malucas”
    acreditar nos desejos de seu coração
  • DESCRIÇÃO

Como a Carta 0, O Louco situa-se no começo dos Arcanos Maiores, mas também está, de certa forma, à parte das outras cartas. Nas cortes medievais, o bobo da corte era alguém que se esperava que não seguisse as mesmas regras dos outros. Ele podia observar e então espocar um gracejo. Isto faz do Louco um ser imprevisível e cheio de surpresas. Ele nos faz lembrar do potencial ilimitado e da espontaneidade inerente em todos os momentos. Há uma sensação de que esta carta sirva em qualquer situação – nada é certo ou regular. O Louco acrescenta o novo e o não familiar à situação.

O Louco também representa a completa fé de que a vida é boa e digna de confiança. Alguns podem achá-lo muito inocente, mas sua inocência o sustenta e lhe traz alegria. Nas leituras, pode significar um novo começo ou mudança de direção – uma que irá te guiar por um caminho de aventura, mistério e crescimento pessoal. Ele também te faz manter sua fé e confiar na sua intuição. Se você está frente a uma decisão, ou a um momento de dúvida, O Louco te diz para acreditar em si mesmo e seguir seu coração não importando quão louco ou tolo seus impulsos pareçam ser.

Tradução do Learning Tarot

Um comentário:

Amelia Melinha disse...

Adorei como vc fala do Louco. Não entendo muito de Taro mas,sua interpretação é profunda e tb sensível.