segunda-feira, 21 de maio de 2007

Tarô, Guia e Amigo


O interêsse pelo Tarô vem aumentando nos últimos anos.
Outrora uma arte feminina, hoje não faltam homens nos Workshops de fim-de -semana.
De onde eu vim e para onde eu vou é a dúvida crucial e tem paralelo em compreender porque certos fatos aconteceram no passado, como estão acontecendo hoje e como o serão amanhã.
Antecipar fatos é inerente a qualquer ser vivo , portanto natural.
Hoje em dia o Tarô é objeto de estudo, pesquisa e interesse em todas camadas socias porque o Tarô é cartomancia, é popular , apesar de sua aura de realeza e requinte.
O mercado editorial oferece muitos títulos, os evangélicos metem o pau, o tarólogo ainda é mal visto, mas apesar de todos os contras, ele perdura e ganha novas versões de artistas, estudiosos,wiccas,bruxos que na maioria das vezes distorcem a linguagem simbólica original.
Hoje fazemos Congressos, Simpósios, Workshops, cursos para que este saber seja melhor compreendido e pesquisado.
As cartas do Tarô falam do homem e revelam com graus de requinte as dores, as alegrias, as realizações, as perdas, os temperamentos da natureza humana.
Em cada homem existe a sombra do Diabo, a displicência do Louco, a intuição da Sacerdotisa, a autoridade do Imperador, o medo da Lua, a esperança e a fé da Estrela, a alegria do Sol, a encanação mental do Pendurado, a força da Força, o ponderar e esperar da Temperança, a vontade do Carro, a mudança da Morte, a busca pelo entendimento do Eremita, a transitoriedade da Roda da Fortuna, as perdas da Torre, a maternidade da Imperatriz, o poder de escolha entre dois caminhos dos Enamorados, o peso dos prós e contras da Justiça.
O Tarô foi feito pelo homem para o homem. Ele é o mapeamento da complexidade humana, um farol que ilumina o porvir, uma bússola que norteia o contato íntimo com nossa alma e responde aos nossos anseios e medos.O Tarô é o amigo sábio nas horas incertas!

Nenhum comentário: