quinta-feira, 29 de março de 2007


O Tarô Egípcio é um Tarô transcultural, isto é , ele se baseia na Mitologia Egípcia.Os Arcanos Maiores são similares aos Tarôs tradicionais, o que não poderia deixar de ser. O que muda são as estruturas dos menores. Neles não existem os naipes explícitos e sim a hierarquia da sociedade egípcia. Todos os arcanos foram numerados de 1 a 78, já que o autor Iglesias copiou a idéia de ocultistas como Papus, Levi, Borgeat e Etteilla.Os Arcanos Menores começam com os reis e desenvolvem-se em ordem decrescente até os ases.O naipe de paus representa o povo, os artesões, o comércio,a navegação. O naipe de copas faz referêcia aos artistas, escultores, pintores, dançarinas e claro as emoções. O Naipe de espadas está relacionado com os guerreiros, soldados, e claro aos problemas deste naipe. O Naipe de ouros traz a representação da vida do faraó, da generosidade, da especulação financeira, a vida material.O Tarô Egípcio é fascinante! Eu adoro.O problema é que não existem livros à respeito!Quanto a tudo que se fala à respeito deste Tarô, cabala, alfabeto dos anjos etc é fruto de muita viagem ocultista. O autor Iglesias copiou o Tarô e deu uma dimensão mágica que nem ele consegue explicar.A Kier aproveita a onda do misticismo e mantém este tarô numa redoma de obscurantismo, não citando fontes, etc.Aproveita a idéia de que a maioria acredita que o Tarô veio do Egito e mantém esse ardilosidade para os incautos.Eu ainda tenho a pretensão de pegar a Kier de jeito....rsrsrsEste tarô é reproduzido em Buenos Aires , na Kier e a qualidade do papel é lamentável. Estive em Buenos Aires e fui na Kier especular, mas nada consegui! rsrsrStuart Kaplan da US Games conseguiu o direito de publicar este tarô, mas rompeu com a Kier, o que infelizmente é desastroso, já que a impressão que Stuart fêz era de ótima qualidade.É um tarô lindo e muito profundo!

Nenhum comentário: